5G EUA Visto American Airlines Viagens Pandemia Aeroporto Companhias Aéreas

Ontem (19), a Administração Federal de Aviação dos EUA anunciou uma lista de aviões autorizados a decolar e pousar com baixa visibilidade em zonas onde há instaladas pontos da rede 5G próximos de aeroportos.

Hoje (20) a FAA atualizou a lista de aeronaves aprovadas nos EUA, agora a lista inclui o Boeing 787 e aviões da Embraer, confira a lista atualizada de cada fabricante:

Airbus: A300, A310, A319, A320, A321, A330, A340, A350 e A380.
Boeing: 
717, 737, 747, 757, 767, 777, 787, MD-10 e 11.
Embraer:  ERJ-170 e E190.

Continua depois do anúncio

Ainda constam fora da lista aeronaves como o Airbus A220, Boeing 727 e as aeronaves da Bombardier que até o momento não foram autorizadas. Com o aumento da lista, o percentual de aeronaves aprovadas nos EUA chegou a 78%.

A FAA disse ainda que alguns altímetros serão muito suscetíveis à interferência da rede 5G, e serão proibidos de realizar pousos com baixa visibilidade em aeroportos que estiverem próximos de instalações da rede. 

As operadoras dos EUA concordaram que irão adiar a ativação da rede 5G em torres de telecomunicações próximo dos principais aeroportos do país. Segundo a Reuters, uma das operadoras deixará de ativar 500 torres, o equivalente a pouco menos de 10% do planejado pela empresa.  

Continua depois do anúncio

A FAA segue trabalhando com as operadoras para chegar a uma solução para o problema. Nos próximos dias o órgão de aviação norte-americano pretende aprovar os outros aviões restantes.

Essa aprovação é específica para pousos e decolagens com baixa visibilidade, visto que as conexões 5G podem interferir no radioaltímetro das aeronaves, equipamento utilizado para “medir” a altitude das aeronaves em relação ao solo. Como um sonar, o equipamento é capaz de medir o tempo que a onda é emitida do avião até ser refletida pelo solo logo abaixo do mesmo.

Continua depois do anúncio

O problema está concentrado na Banda C, utilizado para a comunicação da aeronave com os satélites as frequências entre 3700 a 3980 MHz. Os sinais de 5G na mesma banda podem interferir nos altímetros de aeronaves, que usam a faixa de 4200-4400 MHz.