• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Acidente com V-22 Osprey dos EUA no Japão deixa um morto

Destroços de V-22 Osprey da Força Aérea dos EUA foram encontrados no mar. Foto: Guarda Costeira do Japão.
Destroços de V-22 Osprey da Força Aérea dos EUA foram encontrados no mar. Foto: Guarda Costeira do Japão.

Um militar dos Estados Unidos morreu em um acidente com um V-22 Osprey na madrugada desta quarta-feira (29). A aeronave da variante CV-22 Osprey era operada pela Força Aérea dos EUA (USAF) e transportava seis pessoas quando caiu no mar no sul do Japão. 

Segundo a Guarda Costeira Japonesa, o V-22 tentava pousar no Aeroporto de Yakushima com um dos motores em chamas. Por volta das 02:40 (horário de Brasília) as autoridades perderam contato radar com o Osprey, sendo acionadas cerca de 5 minutos depois por um cidadão que disse ter visto a aeronave cair na água. 

Seis embarcações foram enviadas para a área, encontrando uma série de destroços e um bote salva-vidas vazio. Um militar foi retirado da água já sem vida, enquanto outras três pessoas foram encontradas por barcos pesqueiros, sem informações sob suas condições de saúde. As equipes de busca ainda procuram por outros dois tripulantes. 

CV-22 Osprey da Força Aérea dos EUA. Foto: Yasuo Osakabe/USAF.

CV-22 Osprey da Força Aérea dos EUA. Foto: Yasuo Osakabe/USAF.

Desenvolvido em conjunto entre Bell e Boeing, o V-22 Osprey é o primeiro convertiplano de sucesso. Seus rotores basculantes permitem decolar e pousar como um helicóptero e voar como uma aeronave de asa fixa, com mais velocidade e alcance. 

Em produção desde 1988, o Osprey é operado pela Força Aérea, Corpo de Fuzileiros Navais e Marinha dos EUA, além de ter sido recentemente exportado ao Japão. Cerca de 400 unidades já foram fabricadas. 

Embora versátil, o V-22 também é reconhecido pela alta quantidade de acidentes e manutenção problemática. Este é o segundo acidente fatal envolvendo o modelo apenas em 2023: em agosto, a queda de um MV-22 do USMC na Austrália matou três militares, dos 23 que estavam a bordo. Em junho do ano passado outros cinco fuzileiros perderam a vida em um acidente com um Osprey na Califórnia. 

No Japão, os CV-22 são operados pelo 21º Esquadrão de Operações Especiais da USAF a partir da base aérea de Yokota. A unidade é especializada em missões de infiltração e exfiltração de tropas especiais no terreno inimigo, de dia ou à noite, bem como transporte, resgate, ressuprimento e suporte aéreo. 

Com informações de Reuters e AP

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.

 


Estudante de Jornalismo na UFRGS, spotter e entusiasta de aviação militar.