Foto - Boeing/Reprodução

Depois de suas ações da Avianca Holdings serem suspensas temporariamente, German Efromovich também perdeu o posto de presidente da Avianca Colombia, em seu lugar a companhia nomeou Roberto Kriete.

Os acionistas da companhia aérea colombiana votaram por unanimidade em uma reunião extraordinária realizada na última sexta-feira por telefone para nomear Kriete para chefiar a diretoria, disse a companhia aérea. Kriete já foi chefe-executivo da TACA, ele é proprietário da Kingsland Holdings, que pode assumir as ações do Grupo Sinergy na companhia.

Ao mesmo tempo os acionistas preencheram o cargo de Hernan Rincon, que era diretor-executivo da companhia até abril deste ano, quando solicitou sua retirada da empresa. Entra no cargo Renato Covelo.

Kriete e Covelo se comprometeram a manter o plano de otimização das operações da companhia, melhorando a lucratividade da empresa.

De acordo com Kriete, os diretores ainda continuarão trabalhando na proposta de formar uma joint-venture entre a Avianca Colombia, Copa Airlines e United.

A companhia aérea também nomeou vários novos diretores para o conselho, incluindo os ex-executivos da Avianca, Fabio Villegas e Juan Emilio Posada. Diretores indicados pelos irmãos Efromovich, do Grupo Sinergy, foram removidos do cargo.

Anteriormente a United divulgou que concedera à Kingsland a autoridade para administrar a BRW Aviation, de Efromovich, que não pagou um empréstimo de US$ 456 milhões feito em novembro de 2018. O empréstimo é garantido pelas ações da BRW na Avianca Holdings. A BRW Aviation é uma subsidiária do Grupo Sinergy, dos irmãos Efromovich.

A United disse que a Kingsland está comprometida em oferecer até US$ 250 milhões em financiamento para a Avianca, como forma de ajudar na reestruturação da empresa.

 

Via – FlightGlobal