Acionistas da Norwegian aprovam plano de reestruturação da companhia

Foto - Divulgação

Durante uma assembleia extraordinária realizada hoje (17/12), os acionistas da Norwegian aprovaram o plano de reestruturação da companhia. Com 80% votando favorável, foi aprovado a conversão da dívida em capital, a venda de ações também estava em pauta e foi aprovado.

O planejamento para reestruturar a companhia aérea prevê deixar a empresa com custos e malha menor. Além da busca por captar mais dinheiro para manter a empresa em operação, foi inclusa a venda de US$ 470 milhões em ações que foi aprovada pelos acionistas.

A dívida da Norwegian juntamente com os passivos somam US$ 7,75 bilhões, a companhia buscava recursos para quitar a dívida alta. Para isso também foi aprovado que Conselho pudesse buscar empréstimos conversíveis de até US$ 1,16 bilhão, junto ao pagamento de salários dos executivos que seria por meio de ações.

A Norwegian conseguiu a aprovação do pedido de proteção contra falência na Noruega e na Irlanda. A aprovação do pedido foi essencial para que a empresa pudesse ter garantias e conseguir realizar o plano de reestruturação, transformando dívidas em capital.

Para o diretor financeiro da companhia aérea, Geir Karlsen, o plano de reestruturação tem tudo para ser feito com sucesso.

“Do jeito que a situação está agora, a Norwegian começará a aumentar a produção por volta de abril do próximo ano. Na prática, temos 100 dias para encontrar uma solução na Irlanda. Podemos solicitar um adiamento para 150 dias, mas não é dado que usaremos essa oportunidade.” Disse o diretor.

Durante a reunião de hoje, foi questionado para a Norwegian se a companhia ainda planeja manter as operações de longo curso. Visto que a Norwegian é uma companhia aérea low cost, alguns especialistas afirmaram que as ambições da empresa para mercados internacionais de longa distância nunca trará resultados. 


“Não há decisão sobre isso, mas é um tema importante que é natural para o conselho discutir. Não é apropriado tomarmos posição agora, mas é um dado que temos que nos posicionar durante o processo de exame, e isso também depende do interesse do investidor ”. Disse o CEO Jacob Schram.

Atualmente a Norwegian possui 35 Boeings 787 na frota, há alguns meses esse número era de 37. Em acordo com a AerCap, a empresa de leasing de aeronaves realocou 2 desses 787s para outra empresa. Na frota da Norwegian, são apenas 11 aeronaves próprias.

Além dos 787s a companhia possui ainda o Boeing 737-800 e 900, além do 737 MAX 8 que deverá voltar a voar em breve. A Norwegian possui também 30 encomendas para o Airbus A321LR.

DEIXE UMA RESPOSTA