Airbus A330 Aeroflot
Foto: Sergey Kustov/ Wikimedia

A companhia aérea russa AEROFLOT fechou recentemente um contrato para comprar oito aviões Airbus A330. Estes aviões estão em atividade na Rússia, e pertencem à empresas estrangeiras de leasing.

De acordo com a Reuters, que publicou inicialmente essas informações, a decisão da Aeroflot de comprar os aviões foi para tentar manter uma boa relação com as empresas, que não foram divulgadas.

De acordo com a Aeroflot, a compra utiliza uma brecha nas sanções implementadas por países ocidentais, que permite a compra do avião após o fim do leasing financeiro.

Atualmente há cerca de 26 aviões Airbus A330-300 em operação na Rússia, sendo que 12 estão na posse da Aeroflot. Provavelmente os A330 serão utilizados ao mesmo passo de desativação de alguns A350, que servirão para o fornecimento de peças de manutenção, a famosa “canibalização”.

Isso não anula o fato que atualmente há mais de 400 aeronaves arrendadas de empresas ocidentais presas na Rússia. O prejuízo acumulado é no valor de quase US$ 10 bilhões, e as empresas de leasing já dizem que vão amortizar nos próximos contratos.