A Airbus lançou sua nova meta para 2019, que é composta basicamente pelos dados anteriores apresentados pela empresa.

Para esse ano a Airbus deve manter a sua meta de produção, já estabelecida no final de 2018, apesar de algumas dificuldades industriais na planta de Hamburgo, na Alemanha. Dessa forma a Airbus pode produzir e entregar entre 880 a 890 aviões em 2019.

Essa meta é bastante positiva para a Airbus, que está observando a sua principal concorrente, a Boeing, sofrer com um grande deficit no número de entregas de aeronaves em 2019, devido à paralisação dos voos com o 737 MAX, que resultou na suspensão das entregas.

A Airbus ainda planeja elevar a produção do A320 para 63 aviões por mês nos últimos meses deste ano, com apoio das linhas de montagem em Toulouse, Hamburgo, Alabama (EUA) e na China.

A alta na produção de aeronaves da família A320 pode melhorar substancialmente as metas de entregas da Airbus em 2020. A empresa europeia está há alguns anos atrás da Boeing no número total de entregas, algo que pode ser revertido no próximo ano.