Airbus A320
Foto - Airbus/Reprodução

A Airbus fez uma estimativa de que o mercado de aviação irá recuperar os níveis de antes da pandemia de Covid-19. Entretanto a fabricante prevê que a recuperação será para aeronaves de médio porte, no caso os das famílias A320 e 737.

O presidente-executivo da Airbus, Guillaume Faury, comentou em um webcast realizado na última terça(30), que a “recuperação da demanda na Europa foi ‘preocupante’ até o momento”, entretanto ressaltou que o mercado nos EUA está mostrando recuperação.

Assim como as companhias aéreas, as fabricantes também procurando fazer uma estimativa de quando o setor ficará próximo aos níveis do ano de 2019, ano antes da pandemia.

“Pensamos no negócio de corredor único, nos aviões narrowbody, provavelmente será por volta de 2023, e para os aviões widebody por volta de 2024, 2025: Não sabemos realmente, há mais incerteza sobre a rapidez e a força com que o tráfego internacional se recuperará” Disse Guillaume Faury.

O presidente da Airbus minimizou as preocupações com a retomada das viagens corporativas, visto que diversas empresas estão adotando o trabalho de home office e também por videoconferência. 

O webcast que foi apresentado pela Agência de Controle de Tráfego Aéreo da Europa, Eurocontrol, segundo a agência as viagens tanto de passageiros como de cargas estão gradativamente se recuperando “mas que as operações normais ainda estão gravemente prejudicadas pela pandemia”.

Segundo o diretor-geral, Eamonn Brennan, o mercado irá se recuperar conforme o cronograma de vacinação avança em todos os países. Isso permitirá que as viagens se tornem seguras e as medidas de restrição sejam menos rigorosas. 

 

Fonte: Reuters