IRIS-T SLM Alemanha Ucrânia
Foto: Boevaya mashina via Wikimedia (CC BY-SA 4.0).

O Governo Alemão estaria considerando o fornecimento de mísseis antiaéreos IRIS-T de médio alcance para a Ucrânia. Esta seria mais uma subida de patamar nos armamentos que a Alemanha tem doado ao país, após uma série e críticas e uma mudança de posição. 

A Alemanha estaria considerando os IRIS-T SLM após os apelos de Kiev para armamentos mais avançados e complexos. Uma fonte de defesa da Reuters confirmou a ponderação de Berlim na sexta-feira (13). 

O jornal alemão Bild havia relatado anteriormente que o conselho de segurança do gabinete alemão estava discutindo o assunto e que os sistemas IRIS-T SLM, fabricados pela fabricante de armas alemã Diehl Defense, poderiam ser implantados na Ucrânia a partir de novembro.

Continua depois do anúncio
Foto via The War Zone.

O IRIS-T SLM é a versão terra-ar do míssil ar-ar de curto alcance IRIS-T, usado em aeronaves de caça como o Saab Gripen adquirido pelo Brasil. O míssil foi adaptado para se tornar um sistema de defesa aérea de média altura, lançado a partir de veículos terrestres. 

A Alemanha disse na semana passada que entregaria sete obuses autopropulsados PzH 2000 ​​à Ucrânia, em mais uma reversão de uma política de longa data de não enviar armas pesadas para zonas de guerra devido ao passado nazista do país.

Segundo o Bild, a Ucrânia está interessada em receber 10 sistemas IRIS-T SLM, que poderão ser fabricados nos próximos três a quatro anos. O jornal disse que o sistema pode lançar mísseis a uma distância de 40 quilômetros (25 milhas) para derrubar caças, helicópteros ou mísseis.

Continua depois do anúncio

O treinamento para soldados ucranianos pode começar assim que o governo alemão aprovar o plano, disse o Bild.

A Rússia chama suas ações na Ucrânia de “operação militar especial” para desarmar a Ucrânia e protegê-la dos fascistas. A Ucrânia e o Ocidente dizem que a alegação fascista é infundada e que a guerra é um ato de agressão não provocado.

Continua depois do anúncio