A Luftwaffe (Força Aérea Alemã), encomendou três aviões Airbus A350-900 para cumprirem missões VIPs do governo alemão. As aeronaves custaram US$ 1,35 bilhão, já incluindo o interior modificado.

A compra das novas aeronaves deve chegar em boa hora, uma vez que a Alemanha vinha tendo problemas com as aeronaves VIPs mais importantes do país, os dois A340-300 que levam as mais altas autoridades alemãs, incluindo a chanceler Angela Markel e o presidente alemão, Frank-Walker Steinmeier.

O Ministério da Defesa da Alemanha está à frente da compra das três novas aeronaves, o órgão governamental confirma que os problemas técnicos tem prejudicado a ida de autoridades alemãs a encontros internacionais e tem prejudicado também a reputação alemã.

Alguns episódios ficaram conhecidos envolvendo o quadrimotor da Luftwaffe, um deles aconteceu em 2018 quando a Angela Markel que estava indo para a reunião do G-20 em Buenos Aires, precisou voltar a Berlim por causa de problemas técnicos com o A340.

Neste ano o A340 apresentou outra falha técnica antes de decolar de Berlim, atrasando uma viagem à Etiópia.

O primeiro A350-900 deverá ser entregue a Força Aérea Alemã em 2020 e as outras duas em 2022.

O A350 se destaca além da autonomia de 20500 quilômetros, por um amplo interior, que pode ser personalizado ao gosto do cliente. Além disso a Airbus é capaz de fazer outras modificações, como radares especiais e sistemas de comunicação diferenciados, quando a encomenda é proveniente de um governo.