American Airlines

Com a demanda por voos novamente aquecida nos Estados Unidos, a American Airlines está motivada a contratar novos funcionários, principalmente tripulantes.

De acordo com a companhia, após a temporada de verão, onde planeja operar com 90% da sua capacidade, haverá uma contratação de 300 pilotos para compor o quadro de tripulantes.

Antes mesmo disso, os tripulantes que ficaram afastados do seu cargo voltarão para cumprir o aumento de oferta e voos no período do verão no hemisfério norte.

A American Airlines se encontra com uma potencial escassez de pilotos porque não antecipou ou planejou uma recuperação tão rápida. Por este motivo, a companhia está substituindo aviões de menor capacidade por aviões de maior capacidade em alguns voos, bem como diminuindo o número de frequências, mas aumentando a oferta de assentos por voo, como parte do plano para superar essa falta de pilotos.

“Pretendemos retomar a contratação de pilotos neste outono. O retorno ao voo de tantos de nossos pilotos e a adição de centenas de outros, a retomada de muitas rotas antigas e a introdução de novos destinos são sinais de esperança”, disse o Capitão Chip Long, Vice-Presidente de Operações da American Airlines.

A companhia ainda planeja contratar mais 600 pilotos ao longo de 2022, para sustentar um aumento das suas operações, bem como a aposentadoria de tripulantes nesta época.

No ano passado, cerca de 1000 pilotos da American Airlines se aposentaram mais cedo. Outros 16600 solicitaram demissão através dos programas de desligamento voluntário que a American realizou ao longo de 2020.