ANAC Agenda
ASCOM/ANAC

A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) publicou na última terça-feira, 28 de dezembro, a Portaria nº 6.828 de 27/12/2021 (clique no link para acessar), que traz a revisão da Agenda Regulatória para o biênio 2021/2022.

A reformulação faz parte do projeto da Agência em aperfeiçoar e atualizar as prioridades da regulação do setor aéreo para os próximos anos. Novos temas foram incluídos, além da atualização de prazos e metas. O processo faz parte do compromisso da ANAC com a transparência junto à sociedade e aos regulados.

A Agenda Regulatória, que contava com 16 temas prioritários, ganhou mais três temas alinhados à sustentabilidade, inovação e segurança. São eles:

  • Tema 17: Exigência de Compensação de CO2 de voos internacionais e redução das emissões pelo uso de combustíveis elegíveis ao CORSIA – Resolução 496/2018.
  • Tema 18: Segurança da Aviação Civil contra Atos de Interferência Ilícita para Operador de Aeródromo – RBAC 107.
  • Tema 19: Participação de Organizações em atividade de construção amadora de aeronaves.

A elevada taxa de conclusão das ações da Agenda possibilitou a revisão do documento trazendo novos temas para a pauta prioritária do próximo ano. Atualmente, mais de 88,2% das ações previstas foram executadas ao longo do primeiro ano de vigência do documento, melhor desempenho obtido pela agência desde a instituição de sua primeira Agenda Regulatória, em 2013.

Alguns temas relevantes para o setor, como as operações anfíbias, certificados médicos aeronáuticos e preços de mercado de armazenagem e capatazia, tiveram seus trabalhos concluídos neste período. Outros como a regulação de slots aeroportuário, uma nova estrutura de regulação de operações aeroagrícolas, bem como a operação de aeroportos baseada em riscos estão em fase avançada de construção das novas normas.

A Agenda Regulatória indica formalmente os temas que deverão receber atuação prioritária no processo de normatização da Agência, levando em consideração os impactos que serão gerados à sociedade. Para o setor regulado, a iniciativa representa previsibilidade e segurança jurídica. O documento é construído a cada dois anos com a participação da sociedade e dos entes regulados. Para saber mais sobre, clique no link Agenda Regulatória e acompanhar o andamento das ações.

Via ANAC

DEIXE UMA RESPOSTA