Com algumas aeronaves Antonov 124 tendo sido paralisadas em virtude da investigação de um acidente envolvendo um AN-124. O acidente foi com um AN-124 da companhia aérea russa Volga-Dnepr, e por conta disso decidiu suspender todos os voos operados com o modelo até terminar a investigação das causas do acidente.

Devido a essa suspensão de voos da Volga com o AN-124, uma grande quantidade de voos foi deixado de operar. Boa parte desses voos é para transporte de cargas grandes e mais pesadas, que não costumam ser transportadas em aeronaves como o Boeing 767F ou o Boeing 777F. 

O Antonov 225 foi reativado para suprir essa grande demanda de voos de cargas grandes pelo mundo todo. O AN-225 teve importante participação esse ano, no auge da pandemia do Covid-19, a aeronave levou grandes suprimentos para diversos países.

“Levando em consideração a atual disponibilidade muito limitada de aeronaves AN-124 no mercado, estamos dando prioridade à carga de tempo crítico e para dar capacidade adicional de içamento, colocaremos nossa aeronave AN-225 em operação comercial após realizar a manutenção de rotina.” Disse Andriy Blagovisniy, diretor comercial da Antonov Airlines.

Apesar do acidente e da suspensão por parte da Volga, a Antonov Airlines manteve o AN-124 em operação. Com a suspensão, cerca de 50% de toda a frota de Antonov 124 está sem voar, o que causará um grande impacto nos voos de cargas.

“… Mantém altos padrões de segurança de vôo e garante a manutenção e aeronavegabilidade de sua frota… Antonov Airlines planeja operação adicional de sua frota de aeronaves AN-124-100 e continuar os negócios normalmente.”

Por outro lado, um executivo da Volga-Dnepr disse que a Antonov “precisa seguir nosso exemplo nas circunstâncias”, entretanto disse também que a palavra final e a decisão seria somente da Antonov.


 

 

 

DEIXE UMA RESPOSTA