turboélice
Foto - ATR/Divulgação

A maior fabricante de aviões turboélices comerciais do mundo, a ATR, teve uma grande queda nas entregas de aeronaves no ano passado.

A ATR entregou apenas 10 aviões ao longo de todo o ano de 2020, sendo que nove destes foram entregues após outubro. Para efeito de comparação, a ATR entregou 68 aviões ao longo de 2019.

Os dados apresentados pela Leonardo, acionista da ATR, mostram que a fabricante recebeu 26 fuselagens ao longo do último ano, ou seja, a ATR deve compensar as entregas em breve, considerando também a retomada da aviação em muitos países.

A Leonardo realiza a produção de fuselagens em fábricas no sul da Itália, e envia as mesmas para Toulouse, na França, onde a montagem final é realizada.

Todas as fabricantes de aeronaves sofreram quedas na produção ao longo de 2020. A Airbus e a Embraer foram as empresas menos afetadas do setor de aeronaves comerciais, na comparação com os dados de 2019.

A Boeing, por sua vez, costumava produzir mais de 800 aviões por mês, porém, devido aos vários problemas enfrentados, incluindo a pandemia, fabricou menos de 200 aviões. A Leonardo também é uma importante fornecedora de estruturas para a Boeing, principalmente para o Boeing 787.