Um Airbus A320neo da VivaAerobus quase protagonizou um incidente grave no Aeroporto de Chicago O’Hare. A aeronave de matrícula VB187 estava cumprindo no último de 1º de junho um voo de Chicago para a Cidade do México, e tentou decolar da taxiway.

O XA-VIM foi autorizado a alinhar para a pista 22L de O’Hare, de acordo com a comunicação do controle de tráfego aéreo com os pilotos.

“Aeroenlaces 187, vento 270 às 11, pista 22L, alinhe e espere”, disse um controlador que receber resposta positiva do piloto, que na realidade se alinhou para decolar da taxiway N.

“Aeroenlaces 187, vire à esquerda proa 180, pista 22L, liberada para decolagem”, disse o controlador tentando consertar o movimento errado da aeronave na taxiway, seguida de outra mensagem: “Aeroenlaces 187, cancele sua autorização de decolagem. Você está alinhado para 22L? Cancele sua autorização de decolagem.”

Os pilotos não perceberam o erro, e o controle de tráfego aéreo precisou fazer a mesma solicitação, solicitando a parada do A320neo no pátio.

“Pare! Você está decolando em uma pista de táxi!”, disse o controlador de tráfego aéreo. “Ok, cancele sua autorização de decolagem, Aeroenlaces 187. Você está na pista de táxi November agora. Faça uma curva à direita para a taxiway Y e uma curva à direita em V.”

A tripulação da VivaAerobus percebeu seu erro e pediu desculpas ao controlador de tráfego aéreo. Logo depois seguiu para uma decolagem da 22L, realizada 9 minutos após a tentativa de partida pela taxiway N.

Os pilotos atingiram uma velocidade de 15 nós (aproximadamente 27 km/h) na taxiway N, durante a tentativa de decolagem. O controlador de voo anotou o incidente como um descumprimento de indicação do controle de tráfego aéreo, e informou aos pilotos antes da decolagem. A FAA pode escolher iniciar uma investigação sobre este incidente, com possíveis consequências para a VivaAerobus.

 

Com informações de The Aviation Herald.