Pousou em Confins (MG) no início da manhã deste sábado (11/05), o primeiro Airbus A330-900neo da frota da Azul Linhas Aéreas, em um voo procedente de Toulouse (França), onde fica localizado a fábrica da Airbus.

Com isso, a Azul se tornou a primeira companhia aérea das Américas a operar o modelo. A aeronave é a primeira das 15 A330neo compradas pela Avolon, e recebeu a matrícula PR-ANZ.

O primeiro destino internacional a ser operado pelo A330neo da Azul deverá ser Lisboa, partindo de Viracopos.

O avião é equipado com uma cabine com três classes diferentes que acomodam 34 passageiros na Business, 96 na Econômica Xtra e 168 na classe econômica.

O A330neo é uma aeronave de nova geração que reúne as características do popular A330 e a tecnologia do A350 XWB. Equipado com os mais modernos motores Rolls-Royce Trent 7000, o A330neo garante um nível de eficiência nunca visto antes, queimando 25% menos combustível por assento do que as aeronaves concorrentes da geração anterior, como o A340.

“Estamos muito orgulhosos em ser o primeiro operador do A330neo nas Américas. Essa nova aeronave terá um papel fundamental na expansão de nossos mercados internacionais, apoiando nossa estratégia de ter uma frota moderna e eficiente em termos de combustível”, comemorou John Rodgerson, CEO da Azul.

Quando anunciou a encomenda, a Azul afirmou que o A330-900neo seria importante para fortalecer a malha internacional da companhia para os Estados Unidos e Europa e que tinha um consumo de combustível por assento 14 por cento menor que o atual modelo da aeronave (o A330-200 que a companhia utiliza). O modelo também permitiria à Azul “explorar possíveis novos destinos”, afirmou a Azul na época.


Até o momento a Azul não anunciou novos destinos, além de Porto, em Portugal. Mas a companhia espera operar com 12 aviões A330 na sua frota, pelo menos entre 2019 e 2023.

 

O Airbus A330neo

Equipado com motores Rolls-Royce Trent 7000, o A330neo é oferecido às companhias aéreas em duas versões, o A330-800neo e o A330-900neo.

O Trent 7000 da Rolls-Royce é o único motor disponível para o A330neo, com o dobro da relação de bypass do Trent 700 que alimenta o A330ceo, a Rolls-Royce disse que o Trent 7000 reduz o consumo de combustível em até 10%, com todas as alterações a redução deverá ser de 15%, em relação à geração anterior.

O A330neo também é equipado com o novo interior Air Space da Airbus, preparado exclusivamente para essa nova geração do A330neo.

A Airbus já registrou 235 pedidos firmes para o A330neo. No Brasil a Azul encomendou 5 unidades do A330-900neo.