Blue Origin Espaço
Blue Origin - New Shepard

A Blue Origin cumpriu com sucesso o seu primeiro voo espacial nesta terça-feira (20), transportando os primeiros passageiros do foguete New Shepard, incluindo o bilionário fundador da empresa, Jeff Bezos.

A bordo estavam Jeff Bezos, o seu irmão Mark Bezos, a aviadora que participou da Mercury 13 Wally Funk, de 82 anos, e o estudante de física de 18 anos Oliver Daemen.

Após o voo a Wally Funk figura agora como a primeira humana com maior idade a fazer um voo ao espaço, e Daemen é o mais novo até o momento. Logo, além de ser o primeiro voo da Blue Origin com humanos, este estabeleceu dois recordes.

O lançamento foi realizado na hora desejada, às 09h00 no horário do Texas. O foguete ligou seu único motor e cerca de quatro minutos depois alcançou o ponto de separação, onde a cápsula seguiu viajando a Mach 3.

A separação entre o foguete e a cápsula ocorre ao passar pela linha Kárman, que separa a atmosfera da Terra do espaço, 100 quilômetros (62 milhas) acima a superfície do planeta. Neste ponto o veículo já estava com uma trajetória parabólica.

Veja todo o lançamento no vídeo abaixo (a partir de 1:42:00):

O foguete New Shepard então desceu sozinho, auxiliado por retro-foguetes para desacelerar. Já a cápsula RSS First Step acionou seus paraquedas após passar pela altitude máxima.

O foguete reutilizável New Shepard vai concorrer diretamente com os voos também suborbitais da Virgin Galactic, de Richard Branson, que realizou seu primeiro transporte de passageiros alguns dias atrás.

A empresa disse que recebeu mais de 5200 lances no leilão, a partir de 136 países somente na primeira rodada do leilão, cujo lance mais alto não foi divulgado.

A combinação foguete e cápsula New Shepard foi projetada para voar de forma autônoma com seis passageiros em uma altitude superior a 100 km, já fora da atmosfera terrestre e acima da Linha de Karman.

 

Mary Funk

Mary Wallace Funk, também conhecida como Wally Funk, viu seu sonho se tornar realidade após seis décadas tentando se tornar uma astronauta.

Em 1963 a então instrutora de voo passou a fazer parte do projeto “Mercury 13”, criado pela NASA para demonstrar as vantagens de enviar mulheres ao espaço.

Na época, argumentou-se que, como as mulheres pesam menos em média e precisam de menos comida e oxigênio do que os homens, elas poderiam economizar alguns recursos preciosos da NASA. Mas o projeto acabou sendo descartado.

Funk passou a ser membro da Administração Federal de Aviação (FAA) e, em seguida, a primeira investigadora do National Transport Safety Bureau. Mesmo com missões anteriores transportando astronautas mulheres, a NASA nunca convocou Wally para qualquer lançamento tripulado.

Fascinada pelo voo, ao longo de sua carreira Wally Funk treinou 3000 pilotos e acumulou mais de 19600 horas de voo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA