Um Boeing 707-300 Cargueiro da Saha Airlines, de matrícula EP-CPP, sofreu um acidente fatal nesta segunda-feira nas proximidades de Teerã, a capital do Irã.

O acidente resultou na morte de 15 tripulantes, dos 16 envolvidos. Um engenheiro de voo foi transportado para o hospital pela equipe de resgate.

No momento do ocorrido o avião estava se aproximando para pouso na pista 30 do Aeroporto Payam de Karaj, que tem uma pista com mais de 3600 metros de comprimento, a tripulação desceu e pousou no Aeroporto de Fath, que tem uma pista com apenas 1000 metros de comprimento.

A aeronave ultrapassou os limites da pista do aeroporto, bateu no muro do local e nas casas que ficam na vizinhança do aeroporto. Uma explosão danificou várias casas no local.

Provavelmente a tripulação tentou pousar em Fath já em emergência, visto que os dois aeroportos ficam praticamente alinhados e separados por apenas poucos quilômetros.

O Irã se destaca na aviação mundial por ainda operar com aviões Boeing 707, um projeto norte-americano da década de 50. Cerca de 8 aviões deste modelo no país são do governo, operados pela Força Aérea Iraniana e para o transporte de governantes do país, todos são aviões com mais de 40 anos de uso.