Boeing anuncia suspensão da produção do Boeing 787 devido ao coronavírus

Foto - Boeing

A Boeing suspenderá temporariamente todas as operações de montagem de aeronaves do modelo 787 no Boeing South Carolina (BSC) até novo aviso, a partir do final desta próxima quarta-feira, 8 de abril.

Isso afeta o campus do aeroporto, operações emergentes, o centro de responsabilidade de interiores da Carolina do Sul e Propulsão de Carolina do Sul.

“É nosso compromisso focar na saúde e segurança de nossos colegas de equipe ao avaliar a propagação do vírus em todo o estado, seu impacto na confiabilidade de nossa cadeia de suprimentos global e esse efeito cascata no programa 787”, disse Brad Zaback, vice-presidente e gerente geral do programa 787 e líder do BSC.

Linha de montagem final do 787 em South Carolina, único local que monta o 787-10.  Foto – Boeing

“Estamos trabalhando em alinhamento com as autoridades governamentais estaduais e locais e as autoridades de saúde pública para tomar as medidas que melhor protegem nosso povo”.

Os funcionários do BSC que podem trabalhar remotamente continuarão a fazê-lo. Quem não puder trabalhar remotamente receberá uma licença remunerada por 10 dias úteis a contar da suspensão, o que é o dobro da política da empresa. Após 10 dias, os colegas de equipe terão a opção de usar uma combinação de benefícios pagos remunerados disponíveis ou apresentar um pedido de auxílio-desemprego de emergência.

Todos os benefícios continuarão normalmente durante a suspensão das operações, independentemente de como os colegas de equipe decidam registrar seu tempo. Os detalhes da prática de pagamento foram disponibilizados a todos os colegas de equipe.

Durante esse período de suspensão do programa 787, a Boeing continuará realizando atividades de limpeza no local e monitorando a cadeia de suprimentos global à medida que a situação evolui.


Quando a suspensão é válida, o programa 787 adotará uma abordagem coordenada para reiniciar a produção, com foco na segurança, qualidade, integridade e cumprimento dos compromissos com os cliente.

 

Via: Assessoria Boeing 

DEIXE UMA RESPOSTA