Boeing
Foto - Boeing

Durante o Dubai Airshow, a Boeing mostrou ao mundo que apostará pesado na nova variante do 777 frente ao Airbus A350. Neste sentido, o fabricante norte-americano está cogitando em antecipar a versão de cargas do 777-X no lugar do 777–8.

Conforme publicado no site Simple Flying, os executivos da Boeing em Dubai ouviram de importantes clientes o interesse em adquirir a versão de cargas do 777-X, incluindo a Lufthansa, Emirates e a Qatar Airways.

Com os primeiros pedidos formais já anunciados por parte da Airbus para o A350F, a Boeing agora precisa ter um produto que responda à altura para manter a sua hegemonia no mercado de cargas.

Já a Airbus, aposta as suas fichas com os clientes que podem não esperar a conclusão do programa 777-X, ou que necessitem de maior urgência para a renovação das suas frotas cargueiras.

Com isso, a Boeing pode antecipar o lançamento do 777X-F no lugar do 777-8, versão de maior autonomia, visando mais pedidos para o 777-X.

Com o fim da fabricação do 747-F se aproximando, o 777-X deverá ser o carro-chefe da Boeing na sua produção de aeronaves de cargas, ainda que o 767-300F esteja em produção.

Contudo, o 777X-F poderá substituir diretamente os cargueiros 747-400F e MD-11F, e mais no futuro, o 747-8F, dependendo da companhia.

Atualmente, a Boeing comercializa o 777 Classic como cargueiro, com base no 777-200LR. Além disso, outras empresas também trabalham na conversão do 777-300ER para cargueiro.

Apesar dos rumores sobre uma versão de cargas, a Boeing ainda não disse quando lançará uma versão de cargas para o 777-X. 

Com informações: Simple Flying

DEIXE UMA RESPOSTA