A Boeing assinou um acordo hoje (22/06), durante o Paris Air Show, com um cliente não identificado inicialmente para a encomenda de 125 aviões 737 MAX 8, com um valor que pode atingir US$ 14 bilhões, considerando o preço de lista.

Além das 125 aeronaves encomendadas, o acordo ainda pode ser expandido para 175 aviões com os 50 direitos de compra incluídos no acordo. Quando finalizado a Boeing divulgará o cliente e listará a encomenda na sua lista oficial de aviões para fabricar.

“Continuamos a ver uma grande demanda para a família de aviões 737 MAX, em todas as regiões do mundo, e o anúncio de hoje é uma prova do crescimento do nosso mercado”, disse Ihssane Mounir , vice-presidente sênior de vendas e marketing globais, aviões comerciais da Boeing.

Nesta semana a Boeing apresentou sua nova aeronave baseada na família 737 MAX, o 737 MAX 10. Cerca de 48 horas após a Boeing conseguiu uma encomenda da United Airlines para 100 aeronaves desse modelo, essa foi a segunda maior encomenda recebida pela Boeing nesta semana.