A família de aviões CSeries da Bombardier não foi afetada pelos novos problemas nos motores Pratt & Whitney Pure Power, que acrescentaram limitações à algumas aeronaves da família A320neo já produzidas.

“A Pratt & Whitney nos informou que o problema identificado no motor PW1100G-JM, que equipa a família A320neo, não parece afetar o motor PW1500G, que equipa as aeronaves Bombardier CSeries”, informou a Bombardier ao portal FlightGlobal.

Por esse motivo a Bombardier não lançou nenhuma recomendação para seus clientes.

De acordo com a Pratt & Whitney, o defeito decorrente de uma atualização realizada em 2017 no motor PW1100G para corrigir problemas de projeto, está afetando 98 unidades fabricadas pela empresa. Cerca de 55 unidades ainda seriam instaladas nas aeronaves.