A Breeze Airways, nova companhia aérea de David Neeleman nos Estados Unidos, recebeu no último dia 14 de maio a autorização da FAA para operar voos domésticos, através de uma licença do Certificado de Operador Aéreo (COA), o mesmo entregue recentemente à Itapemirim pela ANAC.

A aprovação é bastante importante para a nova empresa, especificamente pelo período atual. A Breeze nasceu focada no mercado de turismo, que está em grande alta nos EUA devido à vacinação contra Covid-19 principalmente para o período do verão, que se inicia no final deste mês.

A rota inaugural da empresa será de Tampa para Charleston, porém não anunciou quando as vendas serão iniciadas, e nem quando será feita a primeira operação. A Breeze anunciou que terá 49 rotas diretas com 15 cidades atendidas, entre elas New Orleans, Pittsburgh e Nashville além das duas cidades iniciais.

Outras rotas serão anunciadas pela Breeze nos próximos dias, antes do início das operações.

Para iniciar as suas operações, a Breeze está apostando em aviões Embraer E190/195 de segunda mão, que já operaram na frota da Azul Linhas Aéreas e na Air Canada. Estes devem continuar na frota da companhia nos próximos anos, apesar da chegada dos Airbus A220 ainda neste ano.