Bélgica Brussels Airlines Airbus A330
Foto: Brussels Airlines

A maior companhia aérea da Bélgica, a Brussels Airlines, se despediu de seu último Airbus A330-200. A aeronave de matrícula OO-SFZ foi recebida originalmente pela Swissair sob a matrícula HB-IQC em dezembro de 1998.

A aeronave foi fazer parte da frota da Brussels Airlines em fevereiro de 2012. Após cumprir sua jornada de 9 anos pela companhia de bandeira belga, o Airbus A330 vai ser levado para a Holanda onde será desmanchado e usar suas peças para reposição.

Este é o último Airbus A330-200 mas a empresa ainda utiliza aeronaves da versão -300, tendo 12 aeronaves. Na Brussels o A330-200 tinha capacidade para 272 passageiros, em uma configuração de 3 classes. 

O Airbus A330-200 foi importante nos voos mais longos da empresa, como em rotas da Bélgica para os EUA e para a África. Com um alcance de 7.250 milhas, o avião conseguiu manter a Brussels bem forte no mercado internacional.

Atualmente a empresa está com diversos voos cancelados devido as novas restrições de viagens impostas para evitar a disseminação da variante da Covid-19. Esse foi um dos motivos da empresa reduzir sua frota, para tentar manter o equilíbrio das dividas e do fluxo de caixa.