F-35B sendo carregado- Foto: U.s Marines,por Cpl. Luis Velez

Pilotos de caça do Corpo de Fuzileiros Navais (Marines) do Esquadrão Tiltrotor Marinho Médio 265, 31ª Unidade Expedicionária de Fuzileiros, lançados do navio de assalto anfíbio USS Wasp fizeram um treino de missões de patrulha aérea  com o F-35B Lightning II, carregando e empregando um AIM-9X Sidewinder, o treino aconteceu na região do Oceano Pacífico, no último dia 7. 

Esta execução marcou o primeiro fogo operacional F-35B operacional do míssil AIM-9X na região do Indo-Pacífico enquanto conduzia operações de voo em águas azuis. O ensaio foi em conjunto com a recarga a quente de munições, incluindo as bombas guiadas a laser GBU-12 Paveway II e as munições de ataque direto conjunto GBU-32, e munições de 25 mm com um canhão GAU-22. 

A broca de míssil ar-ar validou os procedimentos de montagem e carregamento de armas no convés de vôo do navio e demonstrou a flexibilidade do F-35B de atacar ofensivamente alvos transportados pelo ar. O míssil foi alvo de ataques com LUU-2 e dispensados ​​de um MV Osprey MV-22B durante operações de voo, de acordo com o major Jeffrey Davis, oficial de destacamento do F-35B encarregado do VMM-265. 

“A 31ª MEU realiza regularmente os ensaios de patrulha aérea de combate F-35B e está totalmente preparada para manter o domínio aéreo contra qualquer ameaça”, disse o coronel Robert Brodie, 31º comandante da MEU.“Nosso bem sucedido emprego de fogo real da AIM-9X exemplifica ainda mais nossa disposição para ‘lutar e vencer’ contra qualquer adversário em qualquer arena”, completa.

Fonte: Us Marines Corps

DEIXE UMA RESPOSTA