Cessna 408 Skycourier FedEx
Foto: Textron Aviation/Divulgação

A Cessna realizou hoje (09/05) a primeira entrega do turboélice bimotor SkyCourier para a FedEx Express, que encomendou 50 unidades dessa aeronave. O primeiro recebeu a matrícula N408FE

O SkyCourier recebeu recentemente a certificação de tipo da Federal Aviation Administration (FAA), e agora vai operar em rotas subregionais da FedEx

Cessna 408 Skycourier FedEx
Foto: Textron Aviation/Divulgação

“Por quase 50 anos, a FedEx é conhecida por ser flexível e inovadora na busca de soluções para nossos clientes, e esta aeronave nos ajudará a atender melhor a mercados pequenos e médios onde não podemos operar nossas aeronaves maiores”, disse Scot Struminger , CEO e vice-presidente executivo de aviação da FedEx Express. “O SkyCourier nos tornará mais eficientes, agora podendo movimentar cargas em contêineres e paletizadas para nossos clientes.”

O Cessna SkyCourier é oferecido em várias configurações, incluindo cargueiro, passageiro ou misto, todas baseadas em uma plataforma comum com uma carga útil de 6.000 libras. A configuração do cargueiro foi projetada para acomodar três contêineres de carga aérea padrão (LD3), enquanto a variante de passageiro carrega até 19 passageiros e bagagem.

Além de um claro foco na aviação regional, principalmente por causa da configuração de dois motores turboélice Pratt & Whitney PT6A com 1100 hp (cada), velocidade de cruzeiro estimada em 370 km/h e autonomia de 1600 km, e com carga total cerca de 740 km.

A Cessna também apresentou uma versão cargueira do novo avião, e já nas cores da FedEx, até agora a única cliente do 408 Skycourier.

Já com a configuração para transportar passageiros o Cessna SkyCourier tem uma larga fuselagem, capaz de levar até 3 passageiros por fileira, configuração semelhante a do Embraer Brasília, turboélice regional que outrora fez bastante sucesso nos EUA.

Sua capacidade máxima de transporte de cargas é de 2721 kg, para melhorar o avião tem itens que aumentam a robustez, como o trem de pouso totalmente fixo.

 

Via: Textron Aviation

Texto por: Aeroflap