Foto - Divulgação

O presidente-executivo da Boeing, Dave Calhoun, disse na terça-feira (24) que o 737 MAX ainda deve retomar os voos comerciais em meados de 2020, apesar da repentina crise que afeta o setor de aviação e está paralisando diversas empresas.

Com isso a Boeing segue o cronograma mais atual de retomada dos voos comerciais com o 737 MAX, lançado no início de 2020.

“Estamos muito perto da linha de chegada”, disse Calhoun à CNBC sobre o avião que está aterrado desde dois acidentes fatais em março de 2019.

Além do 737 MAX, Calhoun também deu ênfase à condição financeira da Boeing, que deve ser afetada com atrasos nas entregas, paralisações na produção e cancelamento de encomendas.

“Existem muitas opções para nós nos mercados privados, etc., mas os mercados de crédito precisam estar abertos”, disse Calhoun, observando que a Boeing “tem US$ 15 bilhões no banco”, para enfrentar a crise.

 

Via – Reuters

Texto adaptado por – Aeroflap


DEIXE UMA RESPOSTA