Aeroporto Dalian Jinzhouwan

Após inaugurar o novo aeroporto de Pequim, um dos maiores do mundo, a China vai entrar agora em outro empreendimento de peso: A construção do gigante aeroporto de Dalian.

Este consumirá uma área total de 21 km² para atender até 70 milhões de passageiros por ano. A mega infraestrutura que na realidade deveria ocupar um espaço na cidade de Dalian, na verdade será construída sob uma ilha artificial.

Como os nossos leitores imaginaram, aterrar uma área de 21 km² não será nada fácil. Mesmo assim, a China planeja entregar a primeira fase de construção do aeroporto em 2025, com obras iniciando ainda em 2021.

Essa primeira fase possibilitará que o terminal receba até 31 milhões de passageiros, bem acima em comparação com o aeroporto a qual substitui, de Zhoushuizi, que bateu 19 milhões de passageiros transportados antes da pandemia.

Aeroporto Dalian Jinzhouwan

Nas fotos anteriores podemos ver que, assim como em Qingdao Jiaodong e em Pequim Daxing, o terminal investe novamente em um conceito com diversos píers em formato de estrela.

A segunda fase será realizada de acordo com a demanda do local, completando o investimento de aproximadamente 5 bilhões de dólares para atender até 70 milhões de passageiros.

Como o projeto existe desde 2012, a China já está trabalhando nas obras para construir o aterro onde o aeroporto será construído, como podemos ver nas fotos acima. 

A China também está focada no mercado de carga, e para apoiar o desenvolvimento da cidade Dalian o novo aeroporto poderá movimentar 600 mil toneladas de carga por ano já na sua primeira fase.

Aeroporto Dalian Jinzhouwan
Dalian Jinzhouwan airport em sua última fase de expansão, com quatro pistas e mais de 90 posições para aeronaves.

Todo o projeto é tocado pelo escritório de arquitetura Inglês Pascall+Watson, conhecida no mercado por outros projetos importantes, como um novo aeroporto da Cidade do México.

Dalian é um importante centro industrial localizado no nordeste da China. Pela proximidade da cidade com as Coreias e o Japão, muitas indústrias do mercado de eletrônicos estão estabelecendo base na cidade desde a década de 70, ajudando no desenvolvimento econômico do local. A grande expectativa da China, sobre o movimento do aeroporto, parte exatamente do avanço do país no mercado de eletrônicos nos últimos anos.