Com garantia de aviões Boeing 777-300ER, United pode aumentar empréstimo estatal

United Airlines
Foto - United/Divulgação

A United Airlines está buscando novas formas de obter um empréstimo estatal, com finalidade de aumentar a sua liquidez.

A companhia já tinha solicitado ao Departamento do Tesouro dos Estados Unidos um empréstimo no valor total de US$ 5,2 bilhões, porém, a United solicitou uma alteração para um empréstimo no valor total de até US$ 7,5 bilhões, um aumento de 2,3 bilhões de dólares.

E para isso a companhia está colocando como garantia do empréstimo alguns dos seus aviões Boeing 777-300ER, além de equipamentos de manutenção e operação de aeronaves.

Nessa primeira rodada, um empréstimo adicional de US$ 1,99 bilhões foi acordado entre o Departamento do Tesouro e a United Airlines no dia 6 de novembro.

Por enquanto a United não precisa colocar como garantia os seus aviões Boeing 777-300ER, além de simuladores de voo. Isso só acontecerá se a United solicitar uma segunda rodada de empréstimos adicionais, no valor de US$ 340 milhões. Com isso, o valor total do empréstimo chega ao máximo de US$ 7,5 bilhões.

Os Boeing 777-300ER são algumas das aeronaves mais novas da United, e pelo módico valor comparando com o empréstimo, a United pode optar por “financiar” esses aviões somente em uma situação de urgência.

Por enquanto a United colocou como garantia slots de operação, equipamentos de solo, rotas autorizadas pelo DOT, terminais e portões de embarque de alguns aeroportos (que estão em regime de concessão à United), além de outras coisas.


 

DEIXE UMA RESPOSTA