Com vídeo: Caças SU-27 Flanker interceptam bombardeiros B-52 dos Estados Unidos

A Força Aérea Russa enviou dois caças SU-27 Flankes para interceptar dois bombardeiros estratégico B-52H Stratofortress, da USAF, que estavam voando sobre o Mar Báltico. O fato aconteceu na semana passada.

Segundo as autoridades da Força Aérea Russa, a interceptação teve um viés de precaução para que o bombardeiro não invadisse o espaço aéreo russo. As autoridades ainda alegaram que “desde 14 de março os americanos fazem missões súditas com o B-52”.

Registro Fotográfico feito a partir de um dos SU-27 russos, que mostra a aproximação dos caças ao bombadeiro B-52 da USAF. Foto: Ministério da Defesa da Rússia

“Duas aeronaves dos EUA foram detectadas pelo sistema de monitoramento do espaço aéreo russo a uma distância considerável da Federação Russa e depois foram acompanhados em voo”, segue um trecho do comunicado oficial das autoridades da Rússia.

Os norte-americanos também se pronunciaram sobre essa situação. No comunicado dos EUA, a justificativa pelo voo foi ligada ao fato de “ter quatro bombardeiros B-52H Stratofortress na Inglaterra, e que no período de 22 a 24 de março os mesmos realizaram voos a partir da base da RAF em Fariford para o Mar Báltico, demostrando assim a capacidade operacional do bombardeiro”.