Foto: Jacob Aviation

A EL AL entrou em discussões com um banco israelense para um empréstimo que seria parcialmente respaldado por uma garantia do Estado, em um esforço para sustentar sua posição financeira.

A companhia aérea israelense já havia buscado um pacote de assistência do Ministério das Finanças, mas foi recusado.

Enquanto El Al sustenta que a ajuda do governo, de alguma forma, é crucial para a capacidade da companhia aérea de superar a situação do coronavírus, ela está se voltando para outros meios de financiamento. A companhia não identificou o banco com o qual iniciou as negociações de empréstimos.

“A obtenção do empréstimo e o apoio do estado para esse empréstimo, no curto prazo, são essenciais para permitir à empresa lidar com as conseqüências materiais da crise do [coronavírus]”, afirma a companhia aérea.

Estão acontecendo discussões relacionadas sobre essa situação da companhia com o tesouro israelense. Enquanto as negociações estão “avançadas“, enfatiza a companhia, nenhum memorando de entendimento foi assinado e não há “certeza” de que será fornecido um contrato ou garantia vinculativa de empréstimo.

 

DEIXE UMA RESPOSTA