Delta Airlines EUA Serviço de Bordo
Foto - Delta Airlines

A Delta está trabalhando para implementar as novas diretrizes de isolamento para casos de COVID-19 emitidas pelo Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês) dos Estados Unidos no dia 27 de dezembro de 2021.

Essas orientações reduzem o tempo recomendado de isolamento para pessoas com COVID-19 de dez para cinco dias, se assintomáticas, seguido por cinco dias de uso de máscara quando estiverem perto de outras pessoas.

A diretiva atualizada dá mais flexibilidade para a companhia programar tripulações e funcionários que apoiem a movimentada temporada de férias e o retorno sustentado dos clientes às viagens.

Os clientes que estão viajando também devem atender às novas diretrizes de isolamento e uso de máscara do CDC. Os agentes da Delta estarão preparados para auxiliar os passageiros no check-in, e a nova orientação será refletida em linguagem atualizada no site Delta.com, aplicativo Fly Delta, quiosques de check-in e outros canais de atendimento ao cliente nos próximos dias.

“Essa é uma abordagem segura, fundamentada na ciência e mais prática, baseada no que agora sabemos sobre a variante ômicron”, disse o diretor executivo de Saúde da Delta, Henry Ting

“A nova cepa substituiu rapidamente a B.1.617.2 como a variante dominante nos Estados Unidos. Estamos aprendendo que, embora a ômicron seja altamente contagiosa, ela também envolve uma duração mais curta da doença e um período contagioso menor em comparação com as cepas anteriores”.

O CEO da Delta, Ed Bastian, o médico Ting e o consultor médico da companhia, Carlos Del Rio, da Escola de Medicina da Emory University, coassinaram uma carta para o CDC, enviada em 21 de dezembro, pedindo à agência que reconsiderasse sua orientação vigente relativa ao período de isolamento para casos de COVID-19, encurtando assim esse tempo para cinco dias.

 

Via: Delta

DEIXE UMA RESPOSTA