Foto - Divulgação

As fabricantes Dassault da França e a HAL da Índia então em meio a uma negociação que visa a produção de caças Rafales em território indiano, o que pode levar a pedidos adicionais do caça.

A Índia está adquirindo 36 caças Rafales, sendo que as entregas já começaram, com a negociação de produção local a quantidade e o prazo para entrega das aeronaves pode ser favorável à força aérea indiana.

O lanço histórico entre as duas empresas é um ponto positivo que pode ajudar nesta negociação. Em casos anteriores tanto a HAL quanto à Dassault se uniram para a modernização dos Mirages 2000 da índia, em um acordo estimado em US$ 2,1 bilhões.

Atualmente, os fabricantes franceses estão executando o pedido de 36 jatos e investindo 50% do preço do contrato de € 7,8 bilhões nos setores aeroespacial e de defesa da Índia, como parte da cláusula de compensações, com uma fábrica em parceria com a Reliance Defense voltada para produzir os jatos executivos Falcon.

 
Dassault Rafale/ Foto- Dassault Aviation

Embora os contornos de uma possível parceria não tenham sido finalizados, fontes confirmaram que ocorreram discussões detalhadas sobre como as instalações e a experiência da HAL poderiam ser usadas quando mais jatos forem solicitados.

As bases aéreas que estão sendo construídas para receber os caças Rafales, conseguem suportar um lote adicional do delta francês. Segundo informações do site indiano The Economic Times, outros 36 caças poderiam ser comprados e produzidos em parceria entre as duas empresas.

DEIXE UMA RESPOSTA