Caças F-16C/D Fighting Falcon da Força Aérea Turca na Base Aérea de Knya durante um Exercício Anatolian Eagle. Foto: TuAF.

Um porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos afirmou na segunda-feira (18) que os EUA não fizeram nenhuma oferta para o financiamento de caças F-16 Fighting Falcon para a Turquia, contrariando a afirmação feita pelo presidente turco Tayyip Erdogan. 

Falando à jornalistas antes de partir para uma viagem à África, Erdogan disse no domingo (17) que Washington havia proposto o financiamento de 40 caças F-16 e mais 80 kits para modernização como compensação para o investimento de US$ 1.4 bi do Governo Turco no Programa F-35. Na semana passada, fontes do governo turco afirmaram à Reuters que Ancara havia solicitado a compra dos caças e dos conjuntos de upgrade

Ancara havia adquirido mais de 100 caças F-35, bem como a participação no projeto, mas foi expulsa do programa depois de adquirir sistemas de defesa aérea S-400 da Rússia, mesmo com forte protesto dos EUA. O Pentágono afirma que a integração do sistema russo poderia revelar dados do caça de 5ª Geração. 

O primeiro F-35A turco, que hoje se encontra com a USAF. Foto: Lockheed Martin.

“Gostaríamos de encaminhá-los ao governo turco para falar sobre seus planos de compras de defesa. O que posso dizer é que os Estados Unidos não fizeram nenhuma oferta de financiamento para o pedido de F-16 da Turquia”, afirmou Ned Price, porta-voz do Departamento de Estado Americano, durante uma conferência na segunda-feira.

Questionado sobre a possibilidade do dinheiro investido pela Turquia ser usado na compra dos F-16, Price disse: “O Departamento de Defesa continua envolvido em um mecanismo de resolução de disputas com a Turquia no F-35, mas não vou prejulgar o resultado.”

Ismail Demir, chefe da Presidência Turca das Indústrias de Defesa, afirmou na TV que o país também estaria considerando a aquisição de caças da Rússia. “Se o processo [de compra e atualização do F-16] não der resultados, a Turquia não ficará sem alternativas. Se necessário, o tópico Su-35 e Su-57 pode ser aberto a qualquer momento. Nossa indústria fará de tudo para garantir nossa segurança e, se algo extra for necessário, sempre podemos encontrar uma saída”, disse Demir à emissora Kanal 7.

Su-35 Flanker-E. Foto: Ministério da Defesa Russo.
Sistema S-400 sendo entregue à Turquia. Foto: Ministério da Defesa Turco.

Valeria Reshetnikova, porta-voz do Serviço Federal Russo de Cooperação Técnico-Militar, disse a repórteres que Moscou está pronto para negociar caças Su-35, de 4.5 geração e Su-57 de 5ª geração. A Rússia também ofereceu transferência de tecnologia para a Turquia, apoiando o desenvolvimento do seu próprio caça stealth, o TAI TFX. 

A aproximação entre Ankara e Moscou é fruto dos abalos nas relações com os Estados Unidos, parceiro dos turcos há décadas. A Reuters afirma que os desacordos sobre a política da Síria, laços mais estreitos com a Rússia, suas ambições navais no Mediterrâneo oriental, acusações dos EUA contra um banco estatal turco e erosão de direitos e liberdades na Turquia nos últimos cinco anos estremeceram as relações diplomáticas entre as nações. 

DEIXE UMA RESPOSTA