Nesta segunda-feira (19/07) um Fokker 50 da Jubba Airways, de matrícula 5Y-JXN, sofreu um acidente enquanto pousava em Mogadíscio, na Somália.

Como podemos ver pelas fotos, o avião saiu da pista e ficou “de ponta cabeça”, onde as asas se quebraram, dando um início a um incêndio localizado, que foi controlado por bombeiros do local.

O avião da Jubba Airways estava fazendo um voo de Baidoa para Mogadíscio (Somália) com 36 pessoas a bordo. A companhia confirmou o acidente, e disse que todos sobreviveram e foram resgatados.

Uma investigação foi aberta, e um relatório preliminar será publicado oportunamente.

Devido à situação política crítica na Somália, os pousos são realizados apenas na pista 05 e as partidas apenas na pista 23 (e, portanto, apenas as rotas de chegada padrão de instrumentos para a pista 05 e as rotas de partida padrão de instrumentos da pista 23 estão sendo publicadas). 

 

Outro acidente envolvendo um Fokker 50 na África

No dia 16 de julho um Fokker 50 da ICON Aviation, de matrícula 5Y-JSN, saiu da pista enquanto pousava em uma pista de terra em Rubkona (Sudão do Sul). O avião estava realizando um voo de carga para a ONU, e apenas três tripulantes estavam em seu interior.

Assim como o Fokker 50 acima, este também ficou bastante danificado no acidente, e provavelmente terá sua fuselagem descartada.

Em 17 de julho de 2022, o Ministro da Informação do Sudão do Sul informou que a aeronave saiu da pista ao pousar e entrou em um dique, causando o colapso de um suporte da engrenagem principal. O engenheiro de voo afirmou que houve um “desafio técnico” durante o pouso. A aeronave pertence à ICON Aviation Ltd.

 

Via: The Aviation Herald