A Marinha dos EUA e a Boeing concluíram uma segunda missão de reabastecimento utilizando o drone MQ-25 T1 Stingray, novo reabastecedor encomendado pela Marinha dos EUA, e uma aeronave E-2D Hawkeye, que realiza atividades de identificação de outros aviões por radar.

A missão aconteceu no último dia 18 de agosto, e faz parte do programa de desenvolvimento do MQ-25 como avião de REVO (reabastecimento em voo).

“Este voo nos mantém em um caminho rápido para levar o Stingray para a frota, onde sua capacidade de reabastecimento aumentará muito o alcance e a flexibilidade operacional do grupo de ataque em porta-aviões”, disse o capitão Chad Reed, gerente do programa de aviação não tripulada da Marinha. 

Os pilotos do E-2D foram treinados para essa missão específica, para colaborar com a estabilidade de voo do MQ-25 e o sucesso do reabastecimento em voo.

O MQ-25 utilizado, por sua vez, é o primeiro exemplar fabricado pela Boeing, e voou pela primeira vez em setembro de 2019. A Boeing está fabricando atualmente as duas primeiras das sete aeronaves de teste MQ-25, ainda há dois aviões já fabricados que participam do programa de testes.

“Foi outro grande voo, mostrando que nosso projeto MQ-25 está funcionando conforme o planejado”, disse Dave Bujold, diretor do programa MQ-25 da Boeing. “Esses voos históricos de reabastecimento fornecem uma quantidade incrível de dados que alimentamos nos modelos digitais MQ-25 para garantir que a aeronave que estamos produzindo será a virada de jogo da Marinha.”

Veja esta missão no vídeo abaixo:

DEIXE UMA RESPOSTA