Clique Aqui e receba as principais Notícias da Aviação em tempo real diretamente no seu Whatsapp ou Telegram.

Germán José Efromovich Avianca
Foto - EFE

Neste último domingo, 05 de janeiro, German Efromovich enviou uma proposta final para comprar a indiana Jet Airways, que está em um estado de quase falência e sem operar voos.

Segundo relatos da mídia local, o Hinduja Group e a Turbo Aviation também estão entre as partes interessadas no espólio da empresa, que não conta com aviões para reiniciar seus voos.

A transportadora iniciou o processo de insolvência em 20 de junho e lançou o primeiro EOI em 20 de julho.

O prazo inicial de 3 de agosto foi adiado pelo menos três vezes, finalmente encerrando em 16 de dezembro, de acordo com a resolução da quinta reunião de credores realizada em 27 de novembro.

Esse quarto adiamento levou a data limite para 06 de janeiro de 2020. Se nenhum negócio for fechado, o conselho de investidores vai dissolver a empresa e vender o restante.

Efromovich apresentou outras propostas anteriormente, também agindo como Grupo Synergy, e prometeu investir mais de US$ 400 milhões para reestruturar a empresa.

Mesmo perdendo suas ações e com a Avianca Brasil considerada quase falida, Efromovich afirmou que teria esse dinheiro do seu próprio bolso, e conseguiria recuperar a companhia aérea indiana.

Logo depois que a Jet Airways interrompeu as operações em abril, o governo redistribuiu a maioria de seus slots para outras companhias aéreas indianas. A companhia mal tem aeronaves na sua frota, com somente três aviões Boeing 737 de sua propriedade.

DEIXE UMA RESPOSTA