Foto - Boeing/Reprodução

German Efromovich, que até alguns meses atrás tinha o controle da Avianca Colombia, está tentando retomar o controle da sua principal empresa, através de um processo jurídico que está correndo em um tribunal de Nova York.

O processo é travado pela BRW Aviation Holding, empresa que pertence à German Efromovich, contra a United e a Kingsland Holdings, que estão no controle da Avianca Colombia há três meses.

A fatia de 51,5% da Avianca Colombia, e do grupo Avianca Holdings, foi tomada pela United e a Kingsland Holdings devido a um empréstimo concedido pela United e realizado pelo German Efromovich, no final de 2018.

Esse empréstimo, com valor aproximado de US$ 450 milhões, tinha como garantia as ações da Avianca Holdings. Como o valor não foi pago no prazo estipulado em contrato, a United se movimentou juridicamente para assumir o controle da Avianca Holdings, que agora enfrenta uma crise financeira.

“Neste processo, está em jogo o controle, o futuro e, possivelmente, a sobrevivência de uma das companhias aéreas mais importantes da América Latina”, disse em nota o Grupo BRW Aviation, que relatou também que “nunca deixou de pagar as parcelas do empréstimo”.

 

Com informações de Bloomberg.