Embaixada armênia no Brasil atualiza informações sobre o conflito entre a Armênia e o Azerbaijão

Armênia- Azerbaijão - Foto: Reuters/Arquivo

A Embaixada da Armênia no Brasil atualizou com o boletim as novidades referentes ao conflito armado entre a Armênia e o Azerbaijão.

De acordo com o boletim no dia 8 de outubro, das 19h30 às 21h20, hora local,A 7 veículos aéreos não tripulados do Azerbaijão foram destruídos na região de Vardenis, na República da Armênia.

Ainda no dia de ontem o Azerbaijão bombardeou pela segunda vez a Catedral do Santo Salvador, localizada no centro de Shushi, a segunda cidade de Nagorno-Karabakh.

O boletim também relata baixas no lado do Azerbaijão, de acordo com a nota  cerca de 4.369 militares das forças armadas do Azerbaijão foram mortos, 508 tanques e outros veículos blindados, 4 sistemas pesados ​​de lança-chamas “TOS”, 2 sistemas de foguetes de lançamento múltiplo “Smerch” e 1 “Uragan”, 162 veículos aéreos não tripulados, 16 helicópteros de combate e 17 aeronaves foram destruídos.

A Embaixada também publicou uma declaração do presidente russo Putin:

“Depois de uma série de conversas telefônicas com o presidente da República do Azerbaijão, Ilham Aliyev, e o primeiro-ministro da República da Armênia, Nikol Pashinyan, o presidente da Rússia pede o fim das hostilidades na zona do conflito de Nagorno-Karabakh por motivos humanitários, com vista à partilha dos cadáveres e dos reclusos”. 

Ainda foi prosto um convite por parte de Putin aos ministros das Relações Exteriores do Azerbaijão e da Armênia para um encontro para tranquilizar a situação. Este encontro deve acontecer na capital russa Moscou.


 

Caças F-16 turcos no Azerbaijão?

Imagens de satélite publicas ontem mostram ao menos dois caças F-16 que supostamente seriam da Turquia, no Aeroporto Internacional de Ganja Azerbaijão, que fica a cerca de 80km a leste da região dos conflitos em Nagorno-Karabakh.

A possível presença destes caças turcos levantam a questão do abate de um SU-25 da Armênia na semana passada. O governo armênio afirma que seu caça-bombardeiro foi abatido por um F-16 turco. No entanto, a Turquia nega esse alegação da Armênia.

SU-25 armênio- Foto Governo da Armênia

 

Apoio: Fonte Assessoria de Comunicação/ Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA