Embraer adia a “primeira entrega” do novo E175-E2

A Embraer disse que adiou a entrada em serviço do E175-E2 para 2023. O novo avião da empresa fez seu primeiro voo no final de 2019, e anteriormente deveria ter a primeira unidade entregue em 2021.

A Embraer diz que tomou a decisão com base nas condições atuais do mercado de aeronaves comerciais. O E175-E2 também não acumula nenhuma encomenda neste momento, e a fabricante desenvolve mirando um mercado de substituição do E175-E1.

Enquanto isso, a Embraer diz que continuará fornecendo o E175-E1 para os seus clientes, avião que ainda faz muito sucesso no mercado.

A alteração de prazos é analisada com cuidado por analistas. A Embraer aguarda a mudança das cláusulas de incentivo à aviação regional dos EUA, para assim vender mais facilmente o E175-E2.

Em comparação ao E175 de primeira geração, o E175-E2 possui uma fileira adicional de assentos, podendo ser configurado com 80 assentos em duas classes ou até 90 em classe única. O avião economizará até 16% em combustível e 25% nos custos de manutenção por assento em comparação ao atual E175.

 

DEIXE UMA RESPOSTA