A Embraer terminou esse segundo dia do Farnborough Airshow 2018 acumulando 300 novas encomendas de aeronaves comerciais em menos de 48 horas.

O destaque foi um contrato da Republic Airways, dos Estados Unidos, para 200 aviões do modelo E175-E1, sendo 100 desses por intenção de compra. A companhia fez esse contrato dessa forma para ter a possibilidade de converter esses pedidos para o E175-E2 no futuro, assim que as normas de incentivo à aviação regional receberem uma alteração.

Já pro lado do Brasil a Azul concordou em adicionar 21 aviões a mais no seu contrato anterior para 30 E195-E2. A companhia brasileira será a cliente de lançamento desta aeronave, e até o momento é a maior cliente dessa variante.

Ainda no caminho do E2, a Kuwait Wataniya, assinou um contrato para uma encomenda firme do E195-E2, serão 10 Embraer 195-E2 com direitos de compra para mais 10 aviões da mesma variante.

Foto – Embraer/Reprodução

A suíça Helvetic Airways levará 12 aviões E190-E2, em um contrato que inclui mais 12 direitos de compra, essas aeronaves serão utilizadas para renovar a frota da companhia, que opera sete aviões Embraer 190-E1 e cinco Fokker 100.

Um cliente ainda não divulgado, mas com sede na Espanha, concordou em encomendar três E195-E2, com mais dois direitos de compra.

A Mauritania Airlines concordou em encomendar dois Embraer 175.

Uma empresa de Leasing da Dinamarca, Nordic Aviation Capital, assinou um contrato para levar outros três E190.

Ontem a United Airlines anunciou conjuntamente com a Embraer uma encomenda firme para 25 aviões do modelo E175-E1, para utilizar em seu braço regional United Express.