• Instagram
  • Feed
  • Telegram
  • Youtube

Emirates está contratando pilotos experientes para atender à expansão de sua frota de aeronaves

Emirates Contratando contratação pilotos mundo todo frota aeronaves
Foto: Emirates

A Emirates está contratando pilotos experientes da Airbus para atender à expansão da sua frota que inclui somente aeronaves de fuselagem larga e responder à demanda excepcional em toda a rede. A companhia aérea está convidando comandantes experientes para ingressar no programa Direct Entry Captains para sua frota de aeronaves Airbus A380.

A Emirates lançou uma campanha de recrutamento global. Os pilotos interessados e suas famílias podem participar de uma sessão de informações online no dia 4 de outubro às 13h, horário de Dubai e participar do recrutamento em dias e destinos selecionados. Para isso, eles devem ficar atentos às oportunidades aqui.

O programa Direct Entry Captains é para capitães tecnicamente qualificados com no mínimo 3 mil horas de comando recente em aeronaves fly-by-wire de fuselagem larga da Airbus, como A330, A340, A350 e A380. Os candidatos devem ter pelo menos 7 mil horas de tempo total de voo em aeronaves com tripulação múltipla e multimotor, além de atender a outros critérios de elegibilidade.

Vida a 35.000 pés de altitude

Os pilotos da Emirates dizem que voar profissionalmente na frota da companhia aérea é gratificante, compensador e emocionante. Os novos pilotos serão incluídos em uma ampla comunidade de 4.200 tripulantes de voo, incluindo 1.515 pilotos de aeronave A380, que se orgulham de comandar a frota total de 260 aeronaves da companhia aérea. A frota da companhia aérea inclui somente aeronaves de fuselagem larga; além disso, é uma das mais jovens e avançadas do mundo e inclui as icônicas aeronaves Airbus A380 e Boeing 777 da Emirates. As novas aeronaves A350 serão entregues à Emirates em meados de 2024 e as aeronaves 777-9, em 2025.

Os pilotos da companhia aérea também reforçam a emoção e a aventura de voar em uma das mais abrangentes redes de rotas globais que abrange seis continentes. Eles operam voos tanto em rotas regionais no Oriente Médio como destinos de longa distância e voos transpolares, gerando escalas variadas e interessantes.

Treinamento permanente

A companhia aérea continua investindo na formação inovadora de pilotos, com suas instalações atuais equipadas com 10 simuladores de voo completos. Os programas de treinamento interno robustos e baseados em evidências da Emirates são ministrados por instrutores altamente experientes e apresentam ambientes operacionais especialmente projetados para o programa. Seu mais recente centro de treinamento de pilotos de alta tecnologia de US$ 135 milhões está previsto para ser inaugurado em março de 2024. A instalação ocupa uma área de mais de 5,880 m2 e aumentará a capacidade de treinamento de pilotos em 54%, oferecendo outros 6 simuladores de voo completo, inclusive para aeronaves A350 e Boeing 777-9.

Os pilotos também têm acesso a uma série de programas de treinamento não técnico no Emirates Aviation College e na Emirates Aviation University.

Vida na Emirates e em Dubai

A comunidade de pilotos estrangeiros da Emirates gosta de viver e trabalhar na cidade segura e multicultural de Dubai, com colegas de cabine de comando de 111 países e outros colegas de mais de 160 nacionalidades. Os pilotos recebem um salário competitivo isento de impostos, acomodações espaçosas, auxílio-educação e excelente cobertura odontológica e médica e seguro de vida. Eles também têm benefícios de transporte com motorista de/para o trabalho, serviço de lavanderia, 42 dias de férias anuais, passagens aéreas de férias anuais confirmadas em Classe Executiva, concessão para carga, benefícios de viagem com descontos excepcionais para amigos e familiares e muito mais.

Os pilotos valorizam os planos de carreira bem-definidos da Emirates – os capitães podem se tornar pilotos de gestão, pilotos de recrutamento, pilotos técnicos, capitães de normas, capitães de treinamento, capitães de auditoria, examinadores e instrutores. Eles também desfrutam de carreiras longas e frutíferas, já que cerca de 40% estão na companhia aérea há mais de 10 anos – 1.380 pilotos entre 10 e 19 anos, 173 entre 20 e 29 anos e 5 que completaram 30 anos. Curiosidade: os dois pilotos mais antigos, com mais de 34 anos de serviço, ingressaram na companhia aérea no mesmo dia em 1989.

Nos últimos cinco meses, a companhia aérea recebeu 172 novos pilotos em seus três programas de recrutamento: Direct Entry Captains, Accelerated Command e First Officers.

Programa Accelerated Command

Desenvolvido para capitães da Airbus que atualmente comandam aeronaves de fuselagem estreita e possuem pelo menos 1.500 horas de experiência fly-by-wire da Airbus. Eles ingressam como First Officers da aeronave A380 com um pacote salarial aprimorado. Depois de pelo menos 700 horas de voo e duas avaliações bem-sucedidas, eles se tornam elegíveis para uma atualização do programa de comando acelerado, que normalmente eles atingem em pouco mais de um ano.

Programa First Officers

Os candidatos devem ter experiência em aeronaves com tripulação múltipla e multimotor, uma licença de piloto de transporte aéreo (ATPL – Airline Transport Pilot License) validada pela Organização de Aviação Civil Internacional (OACI) e pelo menos 2 mil horas de voo em aeronaves com peso máximo de decolagem de 20 toneladas.

Os pilotos que quiserem saber mais sobre as diversas funções da cabine de comando e se inscrever para a sessão de informações online podem clicar aqui.

 

Leia também: 

 

Via: Emirates

 

Quer receber nossas notícias em primeira mão? Clique Aqui e faça parte do nosso Grupo no Whatsapp ou Telegram.