Os EUA estão pressionando a Bélgica para que comprem caças Lockheed Martin F-35 Lightning II.

O fato ganhou mais força depois que o embaixador dos EUA na Bélgica disse que o preço atual do F-35 irá se estender até o dia 14 de outubro, e depois será aumentado.

Outra pressão que está acontecendo é por parte de outros países que adquiriram os F-35, ou estão no processo de aquisição do caça de 5º geração. Vale lembrar que o F-35 tem um programa conjunto, de diversas nações que estão envolvidas na produção da aeronave.

No caso da Bélgica, a possibilidade de compra do Lighting II foi divulgada em janeiro de 2018, quando os EUA aprovaram uma possível venda de 34 unidades do caça para o país europeu, incluindo também outros sistemas ligados a defesa, na época o valor total girava em torno dos U$ 6 5 bilhões.

Outra questão que pode dificultar um pouco a decisão sobre a compra dos novos caças belgas é que fora o F-35, a Bélgica está de olho no caça europeu Eurofighter Typhoon, uma aeronave da 4º ++ geração que é usada por diversas forças aéreas europeias, incluindo a Itália, Áustria, Reino Unido, Espanha e Alemanha. O novo caça belga irá substituir a atual frota de caças F-16AM/BM.