Caças F-16B e F-16A da ROCAF.

Um caça F-16V Viper da Força Aérea Taiwanesa (ROCAF) sofreu danos em um incidente em solo quando foi acionado para interceptar aeronaves da Força Aérea do Exército de Libertação Popular (PLAAF) da China que se aproximação da Zona de Identificação de Defesa Aérea (ADIZ) de Taiwan.

Na manhã da última quinta-feira (23), 19 aeronaves chinesas adentraram a zona de defesa aérea de Taiwan em diferentes incursões. Segundo o Ministério da Defesa, foram 12 caças J-16, dois caças J-11, duas aeronaves de patrulha marítima Y-8, dois bombardeiros H-6 e um Y-8 de guerra eletrônica.

https://twitter.com/MoNDefense/status/1440958559383011331

A ROCAF então alertou um F-16V, matrícula 6650, da 4ª Ala da Base Aérea de Chiayi para interceptar e acompanhar as aeronaves chinesas. No primeiro acionamento, o piloto reportou um problema nas luzes de indicação do trem de pouso, com um mecânico sendo acionado logo em seguida.

O pino de travamento do trem de pouso foi removido pelo mecânico e durante o segundo acionamento da aeronave, o piloto acionou a alavanca e recolheu os trens de pouso, o que resultou em danos leves na aeronave. Segundo o portal taiwanês Apple Dailyninguém se feriu e outro caça foi rapidamente enviado para acompanhar os aviões chineses.

Abaixo, o 6650 envolvido no incidente de quinta-feira, em uma imagem registrada em março deste ano.

Ainda no mesmo dia, mas no período da tarde, dois caças J-16, dois J-11 e um avião de alerta antecipado KJ-500 novamente entraram na ADIZ de Taiwan. A maior incursão chinesa registrada, até o momento, se deu m julho deste ano, quando 28 aeronaves trafegaram na zona.

https://twitter.com/MoNDefense/status/1441009074963824641?ref_src=twsrc%5Etfw%7Ctwcamp%5Etweetembed%7Ctwterm%5E1441009074963824641%7Ctwgr%5E%7Ctwcon%5Es1_&ref_url=https%3A%2F%2Fwww.aerotime.aero%2F28996-dozen-chinese-aircraft-enter-taiwan-defence-zone

A incursão de aeronaves da PLAAF ocorre oito dias depois que Taiwan realizou o exercício Han Kuang 37, onde as forças armadas da ilha treinam contra uma invasão chinesa. Caças e aeronaves de alerta antecipado pousaram e decolaram de uma rodovia durante o treinamento.

DEIXE UMA RESPOSTA