FAB/Divulgação.

Como parte dos eventos que marcam o Mês da Asa, alusivo ao Dia do Aviador e Dia da Força Aérea Brasileira, lembrados em 23 de outubro, a Assessoria Parlamentar e de Relações Institucionais do Comandante da Aeronáutica (ASPAER), realizou nesta quarta-feira (20), a abertura oficial da Exposição “FAB rumo ao futuro”, no Congresso Nacional.

Participaram da cerimônia de abertura o Chefe do Gabinete do Comandante da Aeronáutica, Major-Brigadeiro do Ar Ary Soares Mesquita, o Chefe da ASPAER, Brigadeiro do Ar Reginaldo Pontirolli, o Deputado Federal Vitor Hugo de Araújo Almeida, além de Oficiais-Generais da FAB e demais parlamentares.

A exposição “FAB rumo ao futuro” mostra, por meio de painéis fotográficos, ações desenvolvidas pela Instituição como o Programa Estratégico de Sistemas Espaciais (PESE); projeto que incluem desenvolvimento ou transferência de tecnologia no Brasil e em parceria com outros países; as novas aeronaves KC-390 Millennium e o F-39 Gripen; a participação de mulheres na FAB; Defesa Aérea; Controle de Tráfego Aéreo; Transporte de Órgãos; Assistência aos indígenas; Combate à COVID-19; Ações sociais e Cívico-sociais; e as Ajudas humanitárias.

FAB/Divulgação.

O Chefe do GABAER destacou a presença da FAB, por meio da exposição, no Congresso Nacional. “Para a Força Aérea é um momento importante e estamos felizes de estar na casa do povo, onde grandes dirigentes nacionais podem ver nossos projetos, e que nos apoiam com cada liberação de orçamento e que processos e produtos sejam alavancados em prol da sociedade. Nosso agradecimento especial ao Deputado Arthur Lira, pelo espaço e ao Deputado Vitor Hugo, que é o requerente deste momento”, comenta. 

Conforme o Brigadeiro Pontirolli, a exposição visa mostrar ao congressistas a importância do papel desempenhado pela Força Aérea. “Os projetos estratégicos fazem mover a Força Aérea para o futuro, e que dão sustentabilidade às nossas ações”, salienta.

FAB/Divulgação.

Para o Deputado Federal Vitor Hugo, a Câmara dos Deputados tem sido parceira da Força Aérea e de todos os projetos estratégicos, como o KC-390 Millennium e Gripen, questão orçamentária e na aprovação de tratados internacionais com impactos na operacionalidade e logística, bem como no desenvolvimento e absorção de tecnologias. “Este momento, nada mais é do que o justo reconhecimento pela casa do povo do valor que Força Aérea tem para o nosso País”, finaliza o parlamentar. 

FAB/Divulgação.

Via Força Aérea Brasileira

DEIXE UMA RESPOSTA