Airbus A330 MRTT FAB Notícias Aviação Força Aérea Brasileira

A Força Aérea Brasileira (FAB) anunciou hoje (06) que a Azul S.A foi a licitante vencedora do processo de aquisição de duas aeronaves Airbus A330-200, por US$ 80.581 milhões. A compra dos aviões faz parte do Projeto KC-X3, que visa obter duas aeronaves de transporte e reabastecimento em voo de longo alcance. 

O resultado da licitação Nº 220004/CABW/2022 foi publicado no Diário Oficial da União nesta manhã pela Comissão Aeronáutica Brasileira em Washington (CABW)

As aeronaves serão designadas KC-30 e posteriormente passarão pela conversão para MRTT (Multi Role Tanker Transport) em Getafe, na Espanha, trabalho que leva em torno de 18 meses de acordo com a Airbus.

Além do reabastecimento de outras aeronaves, o A330 MRTT pode realizar missões de transporte de passageiros, carga e evacuação aeromédica. O modelo já foi encomendado pela Espanha, Austrália, França, OTAN, Arábia Saudita, Singapura, Coréia do Sul, Emirados Árabes Unidos e Reino Unido, além de estar concorrendo nos EUA contra a Boeing. 

Veja mais: A330 MRTT: conheça o futuro avião-tanque da Força Aérea Brasileira

Desde a aposentadoria dos quatro antigos Boeing KC-137 (707 convertidos em aviões-tanque) em 2013, a FAB perdeu sua capacidade de reabastecimento em voo (REVO) estratégico, algo importante dadas as dimensões continentais do país. 

767 FAB
Foto: Sargento Manfrim/FAB.

O Comando da Aeronáutica chegou a selecionar o Boeing 767 como novo reabastecedor da Força. Dois aviões deveriam ser convertidos para a missão pela Israel Aerospace Industries. No entanto, problemas econômicos interromperam o processo e apenas um 767 foi alugado pela FAB entre 2016 e 2019. 

Hoje, os únicos aviões-tanque em serviço na Força Aérea são um par de KC-130M Hércules, matrículas 2461 e 2462, em serviço com o Esquadrão Gordo. Estas aeronaves em breve serão complementadas e em seguida substituídas pelo KC-390 Millennium da Embraer, que logo estarão realizando as missões de REVO com os caças F-5M, A-1M, F-39, helicópteros H-36 Caracal e o avião de busca e resgate SC-105 Amazonas-SAR. 

Embraer KC-390 REVO
KC-390 reabastecendo um par de caças-bombardeiros A-1 AMX. Foto: Claudio Capucho – Embraer.

Os dois novos A330 da FAB serão operados pelo Esquadrão Corsário (2º/2º GT), unidade de transporte com sede na Base Aérea do Galeão (RJ) que operou os KC-137 e o C-767.