Foto: Sargento Amanda Martins - FAB/Divulgação.

Na última sexta-feira (11), a Força Aérea Brasileira, através do Centro de Lançamento de Alcântara (CLA) realizou o transporte de um filhote de peixe-boi de São Luís (MA) para Natal (RN). O animal, que segundo a FAB está em extinção, foi resgatado na localidade Guarapiranga, no município de São José de Ribamar (MA), no dia 25 de abril. 

A FAB empregou uma aeronave C-98A Caravan no transporte do animal em aproveitamento à uma missão. O Diretor do CLA, Coronel Aviador Marcello Corrêa de Souza, enfatizou a importância do apoio no translado aéreo. “Contribuimos para a preservação da vida do animal, cuja a espécie está em extinção. Atentamos para a preocupação de toda a equipe de profissionais envolvidos e da tripulação, para garantir o bem estar do animal durante o transporte.”

 

Foto: FAB/Divulgação.

O filhote de peixe-boi ficou aos cuidados da bióloga Laura Moreira de Andrade Reis e da veterinária Fernanda Loffler Niemeyer Attademo, ambas do ICMBio/MA, que possibilitaram as condições mínimas necessárias para que ele estivesse apto para o transporte.

A veterinária Fernanda acompanhou o animal até a cidade de Natal, garantindo que os protocolos de segurança para a saúde do mamífero fossem preservados até o destino final. “Foi adaptado um suporte na aeronave para receber o filhote de peixe-boi, possibilitando que o mesmo recebesse hidratação durante o translado”, explicou.

Por volta das 11h58 (horário de Brasília), a aeronave pousou na Base Aérea de Natal, sendo recebido pela equipe do ICMBio local. O animal será estabilizado por 24 horas na base do Projeto Cetáceos da Costa Branca da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (PCCB/UERN).

Foto: Sargento Amanda Martins – FAB/Divulgação.

Após esse procedimento, o peixe-boi será transportado, por meio terrestre, até a Ilha de Itamaracá (PE), para ser reabilitado pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio/CMA). Posteriomente, o filhote integrará o Programa de Soltura de Peixes-bois Marinhos do Brasil, retornando à natureza e contribuindo para a conservação do País. 

Em maio, a FAB realizou o transporte de uma harpia e seis macacos de três espécies diferentes, empregando uma aeronave C-130M Hércules na operação. 

Via Força Aérea Brasileira