Força Aérea Brasileira atua na Operação Covid-19 no resgate de brasileiros que estão no Peru

Foto: Ministério da Defesa

Militares das Forças Armadas continuam atuando nas ações e disponibilizando recursos operacionais e logísticos em combate ao Coronavírus em todas as unidades da Federação. Para coordenar a Operação Covid-19, foi ativado o Centro de Operações Conjuntas (COC), no Ministério da Defesa, em Brasília (DF), além de dez Comandos Conjuntos, distribuídos pelo território nacional, e do Comando de Operações Aeroespaciais (COMAE), permanentemente ativado.

Nesta terça-feira (24), duas aeronaves C-130 Hércules da Força Aérea Brasileira (FAB) decolaram do Rio de Janeiro (RJ) e de Belém (PA), às 9 horas, para o resgate de cidadãos brasileiros que se encontram em Cuzco, no Peru, impedidos de regressarem ao país em razão do fechamento das fronteiras como ação de combate ao novo Coronavírus.

Foto: Ministério da Defesa

Os aviões do Primeiro Esquadrão do Primeiro Grupo de Transporte – Esquadrão Gordo (1º/1º GT) seguiram até Porto Velho (RO), onde realizaram pouso técnico. A previsão do COMAE, responsável pela coordenação dos voos, é de que os C-130 Hércules decolem para a cidade peruana na manhã de quarta-feira (25). As aeronaves decolarão de Cuzco e farão o primeiro pouso em Porto Velho na quinta-feira (26).

Além dos tripulantes do 1º/1º GT, estão embarcados uma equipe de saúde do Instituto de Medicina Aeroespacial Brigadeiro Médico Roberto Teixeira (IMAE) – que fará as avaliações médicas e a triagem dos passageiros -, bem como de equipamentos de Defesa Biológica, Nuclear, Química e Radiológica (DBNQR), disponibilizados pela Diretoria de Saúde da Aeronáutica (DIRSA).

Fonte: Ministério da Defesa

DEIXE UMA RESPOSTA