A IAF (Força Aérea da Índia), está à procura de um novo avião-tanque, que irá cumprir as missões de Revo, que são muitas, visto que a frota de caças do país asiático é grande e irá crescer mais ainda com a chega dos Rafales e de possíveis outros caças.

Os atuais seis aviões Ilyushin-78 já são antigos e estão dando muitos problemas de manutenção e ter uma aviação de apoio tático é muito importante para que as demais, neste caso a de caça tenha bons resultados nas operações diárias ou até em uma eventual situação real.

O valor desta compra é de mais de US$ 2 bilhões e deverá envolver 4 empresas, sendo uma a Boeing com o novo KC-46A Pegasus, a Ilyushin, com o IL-78 atualizado, a Airbus Defense com o A330 MRTT e o Grupo Bedek Aviation da IAI (Israel Aerospace Industries), que irá oferecer um Boeing 767 modificado para tal missão.

Continua depois do anúncio

“Aeronaves de reabastecimento de vôo são facilitadores de combate vitais. A IAF tem apenas seis, e duas tentativas anteriores de aquisição fracassaram devido à falta de fundos, apesar de uma aeronave ter sido selecionada nas duas vezes. Perdemos mais de 10 anos. Espero que um conselho mais sábio prevaleça dessa vez”, disse o vice marechal aéreo Manmohan Bahadur (aposentado), diretor geral adicional do Center for Air Power Studies.

 

Fonte de apoio: Hindustan Times / Edição: Aeroflap

Continua depois do anúncio