A IAF (Força Aérea da Índia), está à procura de um novo avião-tanque, que irá cumprir as missões de Revo, que são muitas, visto que a frota de caças do país asiático é grande e irá crescer mais ainda com a chega dos Rafales e de possíveis outros caças.

Os atuais seis aviões Ilyushin-78 já são antigos e estão dando muitos problemas de manutenção e ter uma aviação de apoio tático é muito importante para que as demais, neste caso a de caça tenha bons resultados nas operações diárias ou até em uma eventual situação real.

O valor desta compra é de mais de US$ 2 bilhões e deverá envolver 4 empresas, sendo uma a Boeing com o novo KC-46A Pegasus, a Ilyushin, com o IL-78 atualizado, a Airbus Defense com o A330 MRTT e o Grupo Bedek Aviation da IAI (Israel Aerospace Industries), que irá oferecer um Boeing 767 modificado para tal missão.

“Aeronaves de reabastecimento de vôo são facilitadores de combate vitais. A IAF tem apenas seis, e duas tentativas anteriores de aquisição fracassaram devido à falta de fundos, apesar de uma aeronave ter sido selecionada nas duas vezes. Perdemos mais de 10 anos. Espero que um conselho mais sábio prevaleça dessa vez”, disse o vice marechal aéreo Manmohan Bahadur (aposentado), diretor geral adicional do Center for Air Power Studies.

 

Fonte de apoio: Hindustan Times / Edição: Aeroflap

DEIXE UMA RESPOSTA