Motor 6ª Geração França FCAS
Foto: DGA.

A companhia Safran e a Diretoria Geral de Armamentos (DGA) da França anunciaram o primeiro teste de desenvolvimento do motor que equipará o caça de 6ª Geração NGF (Next Generation Fighter). 

Segundo a DGA, o teste do motor baseado no Snecma M88 usado pelo Dassault Rafale, faz parte do programa Turenne, composto de duas fases. A primeira durou 5 anos, sob controle de projetos de engenharia da DGA nas instalações da Balard em Paris, para criar, testar digitalmente e produzir um conceito inovador do motor usando métodos modernos: modelo digital Evolutionary com simulações 3D, design digital de novas ligas metálicas, prototipagem em manufatura aditiva.

Turenne FCAS 6ª geração frança
Turbina desenvolvida para o Programa Turenne. Foto: DGA.

“Esta turbina revolucionária também foi objeto de pedidos internacionais de patentes de invenção… com engenheiros da DGA como co-inventores”, diz a Diretoria. 

“Esse teste se diferencia pela técnica utilizada, chamada Thermocolor, que requer tinta sensível ao calor; aplicada nas pás da turbina de alta pressão do motor, ela mede a temperatura graças à mudança de cor”, explica a DGA. “Esse tipo de julgamento é muito raro; o mais recente no DGA Propellant Testing remonta a 2010.” 

Foram necessários cinco anos para que as condições estivessem prontas para o teste, realizado no final de 2021. Uma vez analisados ​​os resultados deste primeiro ensaio, o projeto seguirá para um teste de “resistência” que deve durar vários meses.


“Ao mesmo tempo, o centro de experiência e testes aeronáuticos da DGA Techniques em Balma, perto de Toulouse, está trabalhando com a Safran no desenvolvimento de novos materiais cerâmicos resistentes a altas temperaturas. Este também realizará, nos próximos anos, testes em materiais metálicos de nova geração que permitirão caracterizar sua resistência.”

Caça FCAS Alemanha Europa França Espanha
Projeção do futuro NGF/FCAS.

“Cada um desses avanços é uma peça única e necessária de um quebra-cabeça de inovações tecnológicas. Combinados dentro de um motor de última geração, eles permitirão atingir o nível de desempenho esperado do programa FCAS”, conclui a DGA.  

O NGF é a peça central do programa FCAS francês, que visa o desenvolvimento de um caça de 6ª geração. Além da França, Espanha e Alemanha também participam do projeto, que já sofreu atrasos por impasses entre os países e suas fabricantes.

DEIXE UMA RESPOSTA