green card

Na medida que o COVID-19 diminui e a escassez de pilotos nos EUA volta com força total, existe agora uma oportunidade sem precedentes para pilotos estrangeiros experientes se candidatarem a residência permanente nos EUA sem obter uma oferta de emprego ou certificação de trabalho.

“Numerosos relatórios indicam que haverá um grande déficit de pilotos nos Estados Unidos em 2023. Como a demanda por pilotos profissionais continua a aumentar, os pilotos estrangeiros com a formação adequada podem agora solicitar um green card para eles e suas famílias por meio do EB -2 Programa de isenção de interesse nacional, de acordo com Jean-François Harvey, Sócio-gerente global do principal escritório de advocacia de imigração de negócios Harvey Law Group.

Para se qualificar para o programa, os candidatos devem atender aos seguintes critérios:

    1. Empenhar uma profissão que tenha mérito substancial e atenda a uma importância nacional;
    2. Estar bem posicionado para avançar na aplicação proposta;
    3. Ser benéfico para os EUA, renunciar aos requisitos específico de uma oferta de emprego e, portanto, à certificação trabalhista.

“A crescente demanda por pilotos nos Estados Unidos tornou potencialmente mais fácil para os pilotos estrangeiros atenderem aos critérios i) e iii). Em outras palavras, desde que o candidato possa demonstrar que tem as habilidades, experiência e educação de que os EUA precisam para lidar com o problema de escassez de pilotos, o candidato provavelmente se qualificará para um green card mesmo sem garantir uma oferta de emprego”, diz Harvey.

Para traçar um quadro da situação de escassez de pilotos nos EUA, relatórios preveem que haverá uma escassez de mais de 12.000 pilotos até 2023, e o país precisará de um total de 65.000 novos pilotos nos próximos 10 anos para atender à demanda por viagens aéreas.

Além disso, a Federal Aviation Administration (FAA) prevê que os EUA precisarão recrutar 87 novos pilotos de linha aérea todos os dias durante os próximos 20 anos para atender à crescente demanda.

Embora vários relatórios destaquem as previsões e seu impacto subsequente nos EUA nos próximos anos, a falta de disponibilidade de pilotos pode ser sentida atualmente. Só nos últimos cinco meses, a Delta Airlines cancelou quase 100 voos e a American Airlines cancelou mais de 300 devido à falta de pilotos.

A notícia da escassez de pilotos nos EUA pode ser uma surpresa para algumas pessoas, já que os EUA são indiscutivelmente o maior mercado de aviação do mundo e as principais companhias aéreas dos EUA pagam salários competitivos para manter seus pilotos.

Para atrair novos pilotos, as companhias aéreas não estão apenas oferecendo aos pilotos recém-contratados até US$ 150.000 em bônus de contrato, mas algumas companhias aéreas também estão oferecendo um aumento de 30% a 40% nos salários de seus pilotos comerciais neste ano.

Vários fatores estão contribuindo para a situação de escassez de pilotos nos Estados Unidos. Inicialmente, tudo começou com práticas restritivas de contratação, mas a situação tornou-se uma bola de neve à medida que as empresas achavam dificuldades para substituir sua força de trabalho de pilotos aposentados, em vista da exigência de experiência cada vez mais rígida da profissão.

Nesse clima específico, os pilotos estrangeiros podem achar mais fácil se qualificar para residência permanente nos Estados Unidos por meio do programa EB-2 National Interest Waiver.

“Nos últimos dois meses, recebemos um grande aumento nas consultas de pilotos estrangeiros que desejam se mudar para os Estados Unidos. Encorajamos os interessados no programa EB2 National Interest Waiver a falar com um de nossos advogados o mais rápido possível, pois essa oportunidade principal depende da escassez prevalecente”, afirma Harvey.

Uma petição no âmbito do programa EB-2 National Interest Waiver geralmente leva cerca de 8 a 10 meses para ser processada. Ao ser aprovado para a petição, o solicitante e sua família poderão obter um Visto de Imigrante para entrar nos Estados Unidos e receber um green card para residir permanentemente no país na chegada.

Para mais informações veja:

www.harveylawcorporation.com/eb-2-immigration-program-for-experienced-pilots/

 

DEIXE UMA RESPOSTA